42 dias: Entendo o conceito do nosso chá de panela

{ Não consigo ficar sem escrever!}

Nunca fui boa com festas, na verdade me acho muito antissocial, sabe, então não queria fazer chá de panela pra pagar mico e as pessoas rissem de mim. Não gosto muito disso, acho que às vezes rola um exagero e tal.
Mas, as pessoas ficavam insistindo que eu e o noivo pensamos em fazer um encontro na nossa igreja, um chá de panela onde os convidados pudessem se divertir e brincar sem constrangimentos.
A ideia foi tomando forma, tive ajuda das nossas duas madrinhas lindas e queridas, a Renata e a Flávia, que nos deram o bolo e o salgado. Só arcaríamos com os descartáveis, decoração e docinhos.
Daí veio o conceito do nosso chá: piquenique.

O piquenique é algo para ser feito ao ar livre, juntar as pessoas com se fosse uma desculpa pra ficar de bobeira e curtir a companhia dos amigos.  Os primeiros piqueniques datam do século 17, nos campos franceses. Comidas leves e bebidas bem geladas acompanham a festa.
É essa "desculpa" que tentamos passar aos nossos convidados, um momento para nos divertir e como noivos, nos acalmar e acalentar o nosso coração que está cheio de tanto nervosismo.
Como não achei a minha toalha quadriculada, optei por escolher dois tons para o chá, o vermelho e o rosa bem clarinho.
Como toalha de mesa, escolhemos um TNT vermelho de bolhinha branca:
Mais ou menos desse jeito
Compramos cartolina para fazer os convites, que já mostrei como foram feitos aqui no blog, como sobraram muitas folhas, sim, a noiva foi exagerada e comprou 8 folhas, em vez de comprar as flores para os arranjos, resolvi fazer as flores de papel, que vocês só vão ver como fazer na segunda-feira, hahaha, #marimalvada!
Fizemos algumas, também, com aquelas bolsas velhas de papel, que também tem por aqui. E montamos os arranjos de garrafa velha, decoradas com paninho vermelho.

E as lembrancinhas? Compramos sabonetes em forma de coração e o pano para véu de noiva e embalamos os sachês, alias, o passo-a-passo vou mostrar só quarta, ok!  Colei um cartãozinho na ponta e ficaram tão fofas. Mamãe e eu fizemos, também, algumas maletinhas de pote de sorvete e marcadores de livro em crochê para serem os prêmios das brincadeiras, ainda temos que comprar mais coisas.

Calma que ainda não é essa!
Na próxima semana, vou mostrar como foi confeccionado cada pedacinho do meu chá e ao final de cada post colocarei o preço de tudo bem explicadinho!

Fiquem com Deus!

2 comentários:

Hellen Viviane disse...

Que bacana uma graça, que gentileza boa das madrinhas....tudo muito legal...
bjosss

Gabi disse...

Adorei a idéia! Super original :)